Slideshow e29


Luxury Portugal, Luxury Hotels 2015


HOTEL VILLA BATALHA




Por todas as regiões, cidades,

 vilas...multiplicam-se as decorações e as

 experiências Natalícias.






Os Hotéis são palco privilegiado para se

celebrar estas Festas onde cada um apresenta

 as suas propostas para o Natal e Reveillon. 

GB, Collection, conhecedora de Portugal de

 Norte a Sul, e ilhas dos Açores e da Madeira,

 deixa-lhe desta vez a sua sugestão na Região

 Centro.






Situado no centro da Vila da Batalha, este hotel de 4 estrelas é seguramente a nossa primeira recomendação em termos de alojamento nesta Região.

O Hotel Villa Batalha preparou-se a preceito para estas Festas de Natal, de forma a recebê-lo nesta quadra tão especial.





Trata-se de um hotel moderno, com boas


 infraestruturas e com quartos e suites de 

amplas dimensões e conforto.






O hotel goza de espaços luminosos e rasgados para o exterior, com restaurante, bar e spa.






O bar e o spa gozam de uma vista especial para o Mosteiro da Batalha, o que à noite é particularmente bonito, dada a iluminação do Mosteiro, património mundial classificado pela UNESCO e expoente máximo do estilo gótico em Portugal.






No spa poderá usufruir de uma série de equipamentos desde da piscina interior aquecida e dinâmica, jacuzzi, sauna, banho turco, duche "Vichy", bem como várias salas de tratamento. 
Recomendamos, a massagem de assinatura - Villa Batalha - Com óleos essenciais.





O Bar Claustro, é um espaço muito agradável, indicado para uma boa leitura, para uma bebida a qualquer hora do dia e para tomar uma refeição ligeira.





O Hotel Villa Batalha será sempre a escolha certa quando optar por vir até à região Centro e descobrir uma parte importante da História de Portugal.





&


The Vintage House Lisboa
Nau 
Hotels & Resorts



Situado entre a Avenida da Liberdade e o Príncipe Real, o The Vintage House Lisboa é um charmoso hotel de cinco estrelas que prima pela sua discrição e elegância.



Com 56 unidades de alojamento (41 quartos Superior, 12 quartos Deluxe e 3 Suites), reflectem um estilo moderno com detalhes vintage, reforçados por quadros com fotografias da Lisboa antiga. 




Os quartos duplos e suites possuem janelas amplas, que permitem a entrada da imensa luz natural e as suites proporcionam o conforto extra de uma sala de estar.

De resto, todos os quartos estão dotados  da tecnologia mais avançada. 
Detalhes como o acesso WIFI gratuito, sistema de som com docking station para iPod/iPhone e ligação USB, telefone, secador de cabelo, cofre, TV por satélite, televisão plasma, minibar, insonorização e ar-condicionado silencioso. 



Delicie-se com uma refeição no Vintage Restaurante
Bar, aprecie o melhor da cozinha Portuguesa e experimente um cocktail
no Snack-Bar Vintage.





 Quando o tempo o permitir, não deixe de ir ao Bar Panorâmico Varanda do Castelo.
 Aqui, irá deleitar-se com a vista sublime sobre a cidade de Lisboa
e o seu ex-libris, o Castelo de São Jorge.







O hotel dispõe de um SPA com ampla variedade de tratamentos de beleza e bem-estar. Apreciamos a massagem de pedras quentes e de aromaterapia com uma boa relação preço/qualidade.



No SPA poderá usufruir de sauna, banho turco, jactos de água, cascata de costas e duche Vichy e de uma piscina dinâmica interior aquecida.


De resto, na generalidade do serviço do hotel sentirá a simpatia natural do staff do The Vintage House, naquela que bem pode ser uma das suas moradas em Lisboa. 


AVEIRO 

Em Outubro continuamos pelo Norte, mais precisamente pela cidade de Aveiro, muitas vezes apelidada da Veneza Portuguesa.


Aveiro, é a capital do Distrito de Aveiro, situada na Região Centro, fica a 70Km a Sul da cidade do Porto.

A cidade de Aveiro representa um importante centro urbano, portuário, universitário e turístico, fruto de um desenvolvimento onde a modernidade e a tradição se conjugam.

Atravessada pela ria de Aveiro, esta é uma cidade encantadora com o colorido dos seus barcos moliceiros que fazem as delícias dos turistas que a visitam.


De destacar a sua arquitectura de estilo Arte Nova, o seu Mercado do Peixe, igrejas, museus, comércio com marcas internacionais e alguns bons restaurantes A não perder, a visita à Costa Nova com as suas lindas casinhas de riscas de várias cores.

A abertura da Universidade de Aveiro marca de forma singular esta cidade trazendo-lhe rejuvenescimento e dinamismo cultural e humano.


Nesta cidade iremos dar destaque aquele que é considerado o mais charmoso e romântico hotel de Aveiro:



Chegamos ao Hotel Moliceiro numa tarde de sol,num ambiente animado, repleto de turistas a passearem quer no Canal Central, nos famosos barcos moliceiros, mesmo em frente ao hotel, quer pelas ruas que o circundam.
Estamos precisamente no centro de Aveiro, onde tudo acontece, o ponto de partida ideal para descobrir a cidade a pé.


A recepção faz-se com cortesia e com um brinde de vinho do Porto.
Num hotel de charme onde a variedade de decorações dos quartos é grande, seria difícil antever o que me seria atribuído.


Efectivamente, a temática dos quartos, de suites a deluxe, é significativa e a escolha nada fácil. Prefere um quarto mais clássico, mais design, oriental, Chanel?


Coube-me uma suite virada para a Praça e para o Canal Central com um pequeno terraço no último andar.


Este é um hotel repleto de detalhes desde dos quartos ao bar e recepção.


O bar é, em muitas das noites, animado pelo piano constituindo um local ideal para um digestivo após o jantar.

De resto, o pequeno almoço em buffet é servido diariamente na zona do bar, com bastante variedade.



O Hotel Moliceiro não possui restaurante dai que terá que procurar uma alternativa gastronómica exterior. E existem diversas, e algumas bastante boas.


Ao nível da restauração não perca a nossa excelente sugestão: O restaurante Salpoente.


Sinónimo de tradição, gastronomia e inovação e design o restaurante Salpoente é na cidade de Aveiro uma referência inquestionável.


Localizado em dois armazéns antigos de sal, este é um restaurante especialista em Bacalhau mas com um toque por vezes irreverente. A este facto não é alheio ao talento do chefe que o dirige, Duarte Eira. 


Transmontano de gema, de Vila Real, Duarte Eira venceu o concurso "Revolta do Bacalhau" (com a proposta "O bacalhau da Noruega Assado numa Versão Contemporânea").



Deixe-se seduzir pelos Menus de Degustação "Sabores do Mundo" com 3 ou 6 pratos e com harmonização dos vinhos elaborado pelo chefe Pedro Alves. 
A carta de vinhos deste restaurante é excelente, e acompanhada sempre por um serviço de recomendação que não o vai deixar certamente mal servido.



De resto, o restaurante goza de uma decoração e de um conforto arrojado onde arte está sempre presente aliada à qualidade gastronómica. 



&

 Setembro vai ser dedicado ao Douro, já que é o mês em que as vinhas se enchem de agitação para mais um ritual das vindimas.

Pendant le mois de septembre nous écrirons sur la région du Douro.  





Partimos em direcção à região do Alto Douro Vinhateiro, classificada pela UNESCO em dezembro de 2001 como património da humanidade.

A região demarcada do Douro está dividida em três regiões principais, distintas na geografia e no clima, são elas: O Baixo Corgo, o Cima Corgo e o Douro Superior.


Trata-se efectivamente da região vinícola demarcada mais antiga do mundo, título que lhe foi atribuído em 1756 por Alvará Régio do Rei D. José I.

Denso, colorido, magistral o Douro é rio, vinha e uma paisagem de cortar a respiração. Mas é hoje, igualmente, gastronomia, hotelaria de charme, glamour...

O Vinho é rei e senhor nestas paragens e está no centro de todas as atenções: desde do Vinho do Porto até aos mais variados vinhos de mesa ( brancos, tintos, moscatel) e espumantes.

&

Vintage House Hotel - Pinhão




E depois do destino anterior, nada melhor, que ir até ao verdadeiro coração do Douro, ou seja, até ao Pinhão.

Aqui a escolha é múltipla, e toda ela aliciante, quer seja de carro ou novamente de comboio, saindo na bonita estação do Pinhão.


No Pinhão, vislumbra-se todo o movimento e o glamour dos barcos e cruzeiros que chegam e partem para os vários passeios no Douro.

Aqui avistámos os velhos barcos Rabelos, que durante vários séculos foram o meio de transporte preferencial que ligava o Alto Douro ao Porto.



Uma das entradas do nosso destino (Vintage House Hotel) está muito convenientemente localizado mesmo à frente da estação.

O acolhimento à chegada não poderia ser mais caloroso, espera-nos, ao final da tarde, a simpática directora geral do hotel - Márcia Coelho.

Inaugurado em 1998, sob a égide do grupo Taylors, o Vintage House Hotel resultou da recuperação de um edifício antigo onde outrora existia uma adega.

Foi desde da sua abertura um marco na hotelaria de luxo e charme no Douro, e apesar das várias vicissitudes porque passou nos últimos anos, continua a manter uma aura de elegância única.


Num total de 43 quartos, incluindo suites, todos desfrutam de varandas, terraços e uma espetacular vista de rio.


O prestigiado restaurante Rabelo, sob os comandos do maître  Joaquim Cruz e do chefe João Santos, conjugam um serviço à la carte com sabores da região.


Quer no interior, na sua belíssima sala com frescos com motivos das vindimas no Douro, quer no Verão no seu espectacular Terraço, os momentos das refeições ganham sempre uma renovada magia.




Muito acolhedor, e num espírito very British, o bar Library proporciona momentos de desfrute de bom vinho do porto.   


Durante o dia, para além das inúmeras actividades que pode desenvolver não deixe de ir até à bonita piscina do Hotel, quando o tempo assim o permitir.

O Vintage House Hotel é, desassombradamente, um paraíso de emoções e sabores que não vai querer certamente perder.



Terminamos, assim, com chave de ouro, a nossa incursão por esta magnífica Região em setembro de 2015.

&

Casa do Rio - Quinta do Orgal

Castelo Melhor - Vila Nova de Foz Coa




Seguimos viagem: da Quinta do Vallado partimos para uma outra descoberta.

Sim, e esta é mesmo nova já que a unidade hoteleira para onde nos dirigimos abriu este mês de julho e é um projecto também desenvolvido pelos proprietários da Quinta do Vallado.

Optamos por um percurso diferente: partimos de comboio da estação da Régua e fomos até à estação do Pocinho, no Douro Superior.

A viagem de comboio, cuja a duração é de 1h e 30m, é absolutamente fascinante e não deixa ninguém indiferente.


Chegamos ao Pocinho ao final da tarde. Conforme acordado ainda na Quinta do Vallado, um elemento do staff da Casa do Rio, vem buscar-nos à estação, apesar de algum tempo de espera da nossa parte...nem sempre as coisas correm de feição... 

Mas a verdade, é que a chegada à Quinta do Orgal e à Casa do Rio rapidamente acalmou toda a irritação do tempo de espera...
Ali é mesmo é impossível não relaxar...


Imagine acordar no meio dos vinhedos, com um rio aos pés, numa paisagem sublime e com um silêncio de encher a alma...

Considere que tem uma piscina com uma vista de cortar a respiração, de tal forma é extraordinário o seu enquadramento e a sua localização...


Imagine que está num mini hotel personalizado como se fosse quase a sua própria casa, com apenas 6 quartos, e que possui uma cozinheira de mão cheia, que dia após dia,lhe prepara manjares saborosos e confeccionados com muito carinho, num ambiente profundamente romântico...

Considere, ainda, que está numa quinta no Douro Superior, e que diariamente lhe são servidos excelentes nectares do "Deus Baco".


Divino?

Realmente, descrever toda esta simbiose de sensações torna-se quase inglório mas de um prazer imenso...

Melhor do que tudo o que viu e leu, será mesmo a experiência de usufruir deste bem estar de emoções e agradecer aos Céus.




&

Hotel Quinta do Vallado - Régua





É, precisamente, na região do Baixo Corgo, nas margens do rio Corgo, perto da localidade de Peso da Régua, que se situa uma das Quintas com maior tradição e mais fascinantes do Douro, a Quinta do Vallado.


Os primeiros registos da Quinta datam de 1716 tendo pertencido, desde do Século XIX a D. Antónia Adelaide Ferreira (a lendária Ferreirinha), mantendo-se até hoje na posse dos seus herdeiros (João Alvares Ribeiro e Francisco Ferreira).



Durante quase 200 anos a Quinta do Vallado teve como principal actividade a produção de vinhos do Porto, comercializados posteriormente pela Casa Ferreira (que pertencia à família).




Com a tradição de vender a sua produção à Casa Ferreira, em 1993 a empresa decidiu alargar a sua actividade à produção, engarrafamento e comercialização de vinhos com marca própria.




A partir daí dá-se uma grande evolução ao nível da reestruturação das vinhas, da melhoria da eficácia dos processos de tratamento, maturação e apanha, bem como novos métodos que permitirão uma produção de qualidade mais constante e controlável economicamente. 





Recentemente, os avultados investimentos na nova adega e na cave de barrigas, alia a mais avançada tecnologia a uma arquitectura ímpar, constituindo uma paragem obrigatória a visitar no Douro. Para finalizar esta visita, encontrará à disposição uma simpática boutique e não quererá de certeza partir sem aproveitar levar os mais recentes vinhos da Quinta do Vallado, de excelente paladar e sensualidade. 



Mas não só de vinhos excepcionais vive esta Quinta que hoje alberga um hotel de charme, com cinco quartos situados na casa original do Século XVIII e os restantes oito num edifício moderno, cuja arquitectura é da autoria de Francisco Vieira de Campos.



A Quinta do Vallado é um Boutique Hotel e um Enoturismo preparados para seduzir os que optam por ali  pernoitar  uns dias, desfrutando da paisagem, do conforto, da simpatia do acolhimento, dos bons pequenos-almoços (com doces típicos) e, incontestavelmente, dos seus excelentes vinhos.




Poderá também degustar, mediante reserva, de experiências não só vínicas como gastronómicas num ambiente exclusivo. No Verão os jantares são servidos no exterior, num ambiente glamouroso. 





O enquadramento paisagístico da Quinta do Vallado sobre um jardim bem cuidado, com recantos por entre as vinhas e com uma espectacular zona de piscina, proporciona momentos de beleza e de descontracção. 





Apetece ficar ali, entre um banho e outro, entre a piscina e o jardim, entre um copo de vinho branco, rosé ou tinto.

Aqui tudo convida ao mais puro relaxe...vivendo-se uma atmosfera de luxo discreto e sem ostentações! 


&

Seguindo a margem esquerda do Douro, em direcção de Cinfães/Resende, encontrará em Cambres, Lamego uma indicação para a 

Quinta da Pacheca, The Wine House.


Estamos perante uma casa fidalga transformada num boutique hotel  de 15 quartos e numa das Quintas e Enoturismo mais afamado da Região.


Todo hotel nos seduz pela sua decoração clássica, contemporânea, de muito bom gosto.



Aqui a tradição ainda é o que era e o restaurante com louça de Bordalo Pinheiro e todo em tons de verde transmite-nos uma imensa tranquilidade.



De resto, os sabores da Região estão cá todos, o serviço é acolhedor e os vinhos, claro, um ex-libris.



O conforto da Quinta da Pacheca, e todo o seu ambiente bucólico, faz-nos querer cá regressar brevemente, seja verão ou Inverno, está-se sempre muito bem cá dentro.


&


A nossa primeira paragem será o recente (Primavera 2015), 

Hotel Vila Galé Douro



Está situado sobre uma encosta e com vista direta para o rio e para a cidade da Régua. 


Com 38 quartos de vista rio e, praticamente, todos com terraço, apresenta uma decoração contemporânea e confortável, garantia da cadeia Vila Galé.

O seu Spa Satsanga, com variados tratamentos, piscina interior e jacuzzi exterior são uma das grandes mais valias do hotel e um factor de diferenciação relativamente a outras unidades hoteleiras da região.






O restaurante Inevitável composto, para além dos bifes tradicionais, por entradas e risottos de inspiração regional, são também uma aposta diferenciadora.

Se o tempo o permitir, não deixe de tomar a sua refeição no agradável terraço do restaurante.







( Continua, Brevemente...Prochainement) 

Verão 2015

&




O mar, as ilhas, a natureza... são sempre incontornáveis no Verão.

As ilhas dos Açores, particularmente a ilha de S. Miguel, estão este Verão de 2015 com um aumento exponencial no número de turistas.









A liberalização do transporte aéreo, com entrada de algumas companhias low cost, para além da Sata e da Tap, trouxe novos clientes e novos tipos de alojamento.

No entanto, conforme já se teve oportunidade de referir em anos anteriores e em outros meios, a hotelaria e restauração de charme, com boas infraestruturas e um serviço de qualidade mantém-se praticamente idêntica aos anos anteriores, já que o crescimento do alojamento deu-se sobretudo no "Alojamento Local" e em Low Cost. 
Os poucos hotéis e restaurantes que abriram não colocaram em causa a situação estabelecida anteriormente.








Restaurante Mariserra
Ponta Delgada

Ao nível da restauração GB, Collection optou uma vez mais pelo seu restaurante preferido em Ponta Delgada, quando se trata de optar por sabores trazidos do mar.



Inaugurado em 2007, na Praia das Milícias, o Restaurante Mariserra mudou-se nos últimos anos para um imóvel no prolongamento da avenida marginal.



É uma aposta ganha do seu proprietário, senhor Victor Duarte, um "continental" que se apaixonou pela ilha de S. Miguel.



É ali com a serra atrás e uma varanda virada para o mar, que podemos hoje desfrutar de apetitosos mariscos, como as famosas crakas, ou um dos pratos de peixe grelhado. 
Tudo sempre fresco e com muita qualidade.



Aqui sente-se a brisa marítima Açoriana em todo o seu esplendor.


&




Caloura Hotel Resort

Caloura, Água do Pau




Com uma localização excepcional, uma piscina de dimensão apreciável, num ambiente bucólico, um restaurante e snack com esplanada muito agradáveis e um staff super simpático é, desde há muito, uma escolha de GB, Collection.





Aqui seguem algumas fotos com o pessoal do Restaurante Barrocas do Mar e do Snack Bar Caloura Terrace, que ilustram um ambiente profissional e descontraído.



















Ideal para quem quer relaxar junto ao mar com total privacidade.


&




Em Ponta Delgada, mesmo de frente para a marina,  destaque para algumas experiências no Hotel Marina Atlântico.



&

Menu de degustação elaborado pelo criativo Chefe Mota, que mais uma vez surpreendeu numa homenagem a alguns produtos e mariscos regionais




A nossa escolha aqui fica:

Tributo à Calheta de Pero de Teve - Pedra do Garajau
Memórias da nossa infância 



Espetada de Tataki de Atum e Ananas em aroma asiático
Sublime



Polvo à Lagareiro ao sabor Açoreano
Leve e Suave



Bife de vaca à regional sem pimenta da terra




Votos de uma noite feliz!



&

Momentos de Bem Estar e Relaxe


O Hotel Marina Atlântico proporciona para além das várias infra estruturas wellness (piscina interior, jacuzzi, banho turco...), massagens e tratamentos relaxantes com a marca Confort Zone, pelas mãos profissionais de D. Idelta Ponte.








&



Monforte - Alentejo




Uma tarde quente de sol radiante leva-me até ao Alto Alentejo, a uma propriedade a cerca de 8 km da vila de Monforte, a caminho da aldeia de Vaiamonte. 

Uma placa de ferro forjado indica-me o local de chegada, decorridos mais de 200 km a partir de Lisboa, sempre em excelentes estradas e auto estrada, (A2 e A6).



Inserido numa propriedade imensa a perder de vista, fazem parte actualmente do wine hotel, Torre de Palma ainda cerca de 20 hectares.
Estamos perante um conjunto habitacional e uma herdade de trabalho convertida numa propriedade turística e vínica, inaugurada em maio de 2014.


Este é um local marcado por uma confluência de boas energias e onde os romanos marcaram a sua presença de uma forma muito significativa. A sua vivência foi marcante e deixou inúmeros testemunhos arqueológicos. 
Mesmo junto ao hotel é impreterível visitar o Sítio Arqueológico de Torre de Palma. Aqui viveu uma importante família romana, de nome Basilii, e que inspirou o nome do restaurante do hotel.



De inúmeras experiências é feito o Hotel Torre de Palma, desde da sua gastronomia, no bonito restaurante Basilii, ás provas de vinho da própria herdade, aos passeios e treinos a cavalo, ou ao puro relaxamento no seu exclusivo Spa. 


Um dos espaços de lazer a salientar é a excelente piscina exterior com dimensões muito generosas. 

A exclusividade marca, sem dúvida, este hotel de 5 estrelas com um serviço muito simpático.


As suas 19 unidades de alojamento são variadas proporcionando sensações e vivências diferentes, quer através do estilo de decoração quer através da sua própria tipologia. Tudo, naturalmente, com o máximo de conforto e tecnologia.
A mim, coube-me o quarto do rei inserido num dos 5 Lofts rurais, disponíveis.


O toque arquitectónico é da responsabilidade de João Mendes Ribeiro e a decoração original e, em muitos casos, sui generis da decoradora Rosarinho Gabriel. 


Mas este é sobretudo o concretizar de um sonho dos seus proprietários, Ana Isabel e Paulo Rebelo, que conseguiram criar um local único, com uma beleza e uma energia incríveis, onde não falta uma capela embelezada por um Cristo de cortiça, obra do escultor Nuno Vaza.


Não me esquecerei da minha peregrinação diária à Torre e ao maravilhoso pôr do sol. 
Há momentos raros que guardamos na memória e que fazem a alma de uma unidade hoteleira!


Um Bem Hajam!


&

4º Aniversário do Restaurante Aura,
 em Lisboa.



Num evento memorável rodeado de amigos, clientes e gente gira da sociedade Lisboeta, o Aura acolheu ontem centenas convidados com muita animação, música, glamour e a boa gastronomia de sempre.







&

Hello Summer, Wine Party

Jardins do Lisbon Marriott Hotel






Os jardins do Lisboa Marriott Hotel  encheram-se de cor, 5ªfeira, 25 de junho: amarelo citrino, rosa, rubi, violeta...


Um desfile de cores, aromas e sabores!



 Elegância, música, animação e alegria!




 Muitas e variadas propostas de vinhos e espumantes representados pelos seus produtores.



Um jantar vínico extraordinário com uma criteriosa seleção dos vinhos Lua Cheia em Vinhas Velhas e uma ementa irresistível criada pelo Chef António Alexandre. 









Algarve





Uma viagem rápida leva-me até ao Algarve, mais propriamente à Praia da Rocha, para revisitar o Bela Vista e conhecer as novas experiências gastronómicas deste Boutique Hotel de exceção, atualmente, associado da prestigiada cadeia  Relais & Chateaux




Aberto o portão que dá acesso ao espaço privado que pertence ao hotel, esquece-se de imediato o que está para trás. O meu olhar apenas se concentra no magnífico edifício do corpo principal do hotel e na vista maravilhosa sobre a praia e o mar.

Todo aquele azul me envolve e só apetece finalmente deixar-me relaxar perdida no tempo…agora nada mais importa do que ficar ali…




A piscina atrai de imediato e, apesar da praia estar aos nossos pés, a preferência no dia da chegada vai mesmo para uma chaise longue naquele agradável espaço.

 Refira-se, que o hotel não aceita crianças e, como tal, nesta zona espetacular da piscina vai poder relaxar e desfrutar em pleno embalado pelos sons do mar.




Á noite, é a hora de conhecer o novo chefe executivo do Vista Restaurante, o Jovem João Oliveira, já com o percurso notável, inclusive, em outros restaurantes com estrela Michelin.





Com um menu de degustação muito saboroso, destaque para os dois amuse boliche e para a vitela maturada e repousada com puré de alho negro, cebolinhas e vinho Madeira. 






Acompanhar a entrada e os pratos de peixe e carne, vários vinhos portugueses do Douro criteriosamente selecionados. 


Com um serviço de sala impecável, chefiado por Tiago Pereira terminamos em beleza com um vinho do Porto, Quinta do Vallado 40 anos.

Resta-me, dormir em beleza na bela suite que me foi destinada.





Um brinde especial a um dos mais bonitos e exclusivos hotéis de Portugal.



......

(On your left you have under the page a click to translate these articles in your preferred language)

(Ci-dessous de cette page sur votre gauche vous avez un traducteur pour lire  les articles dans votre langue préférée.)


Maio 2015

Maio 2015
Évora, Alentejo
http://www.cartuxa.pt/pt/



O Alentejo possui, efectivamente, uma herança rica e diversificada ligada à vinha e ao vinho e uma forte tradição vitivinícola. É incontornável, por isso, ao falarmos do Alentejo referenciarmos o Enoturismo.



O Enoturismo – turismo em espaço rural ligado ao vinho e à vinha – é uma área de grande crescimento dentro do turismo, assumindo papel importante no desenvolvimento regional.



O actual e relevante crescimento do Enoturismo deve-se a inúmeros factores:
Curiosidade crescente relativamente ao Vinho;
Desejo de aprender mais sobre os vinhos e a sua ligação à gastronomia;
Curiosidade de descobrir o ambiente da produção: visitas às vinhas, adegas, encontros com o produtor, vindimar,etc;
O desejo de fruir desses mesmos espaços num bom enquadramento paisagístico, respirando ar puro, fruir dessa ruralidade, apreciar a cultura e património dos locais onde estão inseridos;



 Necessidade da experiência de desfrutar de um certo estilo de vida: lifestyle, elegância, emoção e bem-estar associado ao vinho; 



Em Portugal existem Enoturismos conceituados. 
Hoje vamos falar-lhe da Cartuxa, pertencente à Fundação  Eugénio de Almeida. 

"Sediado na Quinta de Valbom, a 2 km do centro histórico de Évora, cidade Património Mundial, e a 200 metros do Mosteiro da Cartuxa que inspirou o seu nome, o Enoturismo Cartuxa encontra-se instalado na antiga casa de repouso dos Jesuítas (Companhia de Jesus), que lecionaram na Universidade de Évora nos séculos XVI e XVII. Com a sua expulsão, em 1759, por ordem do Marquês de Pombal, a propriedade passou a pertencer ao Estado, começando alguns anos mais tarde, em 1776, a funcionar como um importante lagar de vinho que absorvia a produção vitivinícola da região. Adquirida no século XIX pela família Eugénio de Almeida, a Adega Cartuxa passou por várias reformas e ampliações ao longo do tempo, conservando a riqueza da sua memória arquitetónica e histórica"




A Adega Cartuxa é hoje um dos centros de estágio dos vinhos produzidos. O êxito deste projeto vitivinícola tem permitido à Fundação gerar os recursos necessários ao cumprimento da sua Missão, centrada no desenvolvimento social, cultural e educativo da região.


Da linha de engarrafamento totalmente automatizada instalada na Adega Cartuxa saem anualmente cerca de quatro milhões de garrafas, distribuídas por vinho branco, rosé e tinto.

A marca Cartuxa é um dos principais ativos da Fundação Eugénio de Almeida e atual marca umbrela da Adega Cartuxa, do Lagar Cartuxa e do Enoturismo Cartuxa. A insígnia traduz a identidade dos vinhos Vinea, EA, Foral de Évora, Cartuxa, Scala Coeli e do mítico Pêra-Manca, bem como dos azeites Álamos, EA e Cartuxa e espumantes Cartuxa.



O Enoturismo da Cartuxa e os seus vinhos gozam, efectivamente, de grande reputação internacional. Na minha visita pude testemunhar visitantes e turistas felizes (Brasileiros, Americanos, Franceses,etc), muitos deles que se deslocavam propositadamente a Évora para vir conhecer a famosa Cartuxa.




A Fundação Eugénio de Almeida e a Cartuxa têm para contar e viver um mundo de experiências e sensações que fascinam, proporcionando momentos felizes, direta e indiretactamente a quem deles usufrui. 





Abril 2015

Hotel Horta da Moura

Monsaraz - Alentejo





Voltamos ao Alentejo pois por estas paragens há muito por (re) descobrir.
Desta vez, o destino é Monsaraz, mais propriamente o Hotel Horta da Moura.
Se for a partir de Lisboa, a direção será Évora (A2 e A6), Reguengos e Monsaraz. São cerca de 200km, que aconselhamos que faça durante o dia, até para poder desfrutar da bonita paisagem que o percurso oferece.






A chegada faz-se num ambiente de profunda tranquilidade e a primeira sensação marcante é o cheiro...um ar puro indescritível ...






A proposta para a estadia vem revelar-se irrecusável!
De manhã, após um delicioso pequeno almoço, é-me proposto um passeio de "charrete" até Monsaraz, por entre o verde dos campos e as flores primaveris.






Rendo-me a esta vila Medieval, tão bonita, tão bem preservada e, sobretudo, com uma vista incrível sobre o grande lago do Alqueva. 




























A paisagem é arrebatadora e o por do sol, mágico...

À noite, no Hotel Horta da Moura o jantar é de festa!
Comemora-se o lançamento do azeite, proveniente das oliveiras milenares (2450 anos) que existem na propriedade.

Há cantares, há convívio e, claro, gastronomia Alentejana.





Num local de cores e cheiros, de estrelas e de lagos...o conforto e a serenidade fazem parte deste hotel de 25 quartos e suites, com terraços que nos convidam ao descanso e à contemplação.






Ali, junto da história, da tradição, de um céu único, apetece ficar, entre o passado e a modernidade...




Num local de encantos que não esquecerá, ficará certamente tanta coisa ainda por ver e sentir.

Quando assim o é...dizemos apenas até breve!




&


Cidade do Porto
Março 2015


Pag. 50/51,  2º Vol., "Luxury and Boutique Hotels in Portugal",  Gabriela Botelho *

O Porto  é o centro económico da região Norte com maior densidade populacional, estendendo-se pela margem direita do rio Douro. É uma das cidades Portuguesas mais interessantes para visitar.

O Centro Histórico do Porto, que corresponde à área do burgo medieval, limitado pelas muralhas Fernandinas do Sec. XIV, foi classificado como  Património Mundial pela UNESCO em 1996.

A sua história confunde-se com a definição de Portugal tendo sido palco de batalhas decisivas para o início da reconquista. A sua importância económica vem, efectivamente, desde os tempos do Império Romano, dada a sua especial localização na Foz do Douro.

O Porto é uma cidade de grande beleza cultural e patrimonial em que sabe bem passear a pé pelas ruas. A Sé Catedral, a Torre dos Clérigos, o Palácio da Bolsa, as suas imponentes pontes são marcos da história de Portugal.

Uma estadia de lazer actualmente na cidade do Porto não ficaria preenchida sem uma visita ao Museu de Arte Contemporânea de Serralves e aos  jardins da respectiva Fundação. 

De resto, o Porto goza de excelentes restaurantes, de famosos cafés e de locais nocturnos, com muita animação, para além de boutiques com peças design muito interessantes.




A nossa sugestão hoteleira nesta cidade vai para:

 Intercontinental Porto - Palácio das Cardosas



O Intercontinental Porto, Palácio das Cardosas está situado em pleno centro histórico da cidade do Porto, com uma vista privilegiada sobre Avenida dos Aliados.




Este luxuoso hotel de 5 estrelas, com 105 quartos e suites, insere-se num imponente palacete do século XVIII. 
Este imóvel foi sujeito a uma rigorosa reabilitação arquitectónica,  com excelentes materiais e uma decoração sofisticada,  e abriu como hotel em Junho de 2011.
No Intercontinental Porto, Palácio das Cardosas sentimo-nos fazendo parte integrante desta cidade histórica em completa revivescência.
A cidade está ali viva e cheia de energia.



Este sentimento é, aliás, comum quer no Bar das Cardosas quer no Restaurante Astória, onde os espaços estão abertos e rasgados com a cidade.




O Bar das Cardosas possui uma atmosfera muito requintada com um serviço impecável e com ótimos Cocktails. Não deixe de experimentar o Porto Tónico, uma especialidade Intercontinental proposto pelo chefe do bar, senhor Rui Pires, e respetivo staff.























As ostras, do Algarve ou da Foz do Arelho, são também uma excelente sugestão quer no bar quer no restaurante Astória.



Nas noites de 6ª feira e sábados há música ao vivo no Bar das Cardosas e o ambiente é ainda mais animado. 



Quando finalmente se sentir com vontade de ir descansar terá certamente à sua espera um quarto e uma cama muito confortável, com os votos de bons sonhos. Detalhes de um verdadeiro hotel de 5 estrelas....







Durante o dia para além dos inúmeros passeios e segredos que esta cidade tem para lhe mostrar, aproveite o Wellness do Intercontinental  para relaxar com uma massagem.
 Este espaço tem ainda uma área dedicada a cuidados de estética e spa de mãos e pés.
Os produtos usados são da marca IÓ Skincare.



A cidade e, em particular, o Intercontinental Porto, Palácio das Cardosas, merecem ser vividos e saboreados com tempo, por isso reserve para si este prazer...

* Encomendas do livro para email: gbotelhocollection@gmail.com

&

Em fevereiro partimos em direção ao Alentejo.

Não podia ser de outra forma: 
O Cante Alentejano foi classificado  pela UNESCO como património cultural imaterial da humanidade (nov.2014);
O Alentejo foi eleito por Rough Guides como um dos 10 lugares no mundo a ser visitado em 2015;
O destino convidado na BTL 2015 é o Alentejo...





No Alentejo o olhar é tão importante que acaba por despertar todos outros sentidos.
A verdade é que não se esquecem estes momentos de viagem, de lazer a um ritmo lento, que nos convidam ao refúgio e à contemplação. 

Saímos de Lisboa em direção ao Redondo, a 175 Km de Lisboa e 38 Km de Évora. Ao chegar ao Redondo, constatamos que o charme medieval ainda abunda por estas paragens. Aqui continua-se a produzir bom vinho e algumas famílias de ceramistas perpetuam a tradição.

A cerca de 7 Km a norte, a partir do Redondo, pela estrada da Serra d`Ossa, vamos encontrar o nosso destino durante dois dias.

Herdade de Água D`Alte






Quando o silêncio, a inspiração e arte se conjugam o inesperado acontece...





Há quem procure um retiro dentro da cidade, há que se refugie em si próprio, mas há também quem opte, e bem, por um escape no meio da natureza.
Esta é  a proposta!



Espera-nos uma casa tipicamente alentejana, branca de barras alaranjadas, totalmente renovada em 2012.
Quartos e suites espaçosas com terraços e total   privacidade.


Os quartos minuciosamente decorados em tons modernos, apaixonam imediatamente o olhar e deixam-nos presos em detalhes. As flores campestres da Herdade inspiram os respectivos nomes: Açucena, Alecrim, Alfazema, Papoila, Magnólia...





Num estilo assumidamente "country-chic", desde dos quartos ás zonas comuns, tudo é dotado de grande conforto.




Nada é indiferente ao bom gosto da sua proprietária, Cristina Costa, que é de resto, uma excelente anfitriã.

A Herdade dispõe de uma linda piscina com um "lounge" de inspiração africana e colonial, cercada pelos tons e cheiros da natureza. 




Na Herdade de Água d`Alte, poderá ainda degustar, para além do pequeno almoço, de maravilhosos jantares, quer com gastronomia Alentejana quer internacional, segundo um menu diário. Se for Inverno, não se preocupe, tem à sua disposição uma simpática sala de jantar e bar, com uma bela lareira.
O conforto..., esse, está sempre presente.





A Herdade de Água d`Alte é, sem dúvida, a simbiose perfeita entre o informal e relaxante mas com um glamour e atenção ao cliente que nos sabem muito bem...

Não deixe de conhecer as múltiplas propostas e actividades sugeridas pela Herdade. O Alentejo tem muito para descobrir...